Estrutura da Terra e vulc√Ķes

Estrutura da TerraLink relacionado: Estrutura geol√≥gica do Brasil e¬†O poder da Terra – programa sobre vulc√Ķes

Os elementos que constituem a Terra foram se agrupando em camadas conc√™ntricas com diferentes composi√ß√Ķes qu√≠micas, segundo seu peso e densidade. Quanto maior for a profundidade, maior ser√° a densidade, devido √† press√£o.

A estrutura do planeta Terra pode ser comparada a um ovo: a casca, extremamente fina, seria a crosta terrestre, com uma espessura m√©dia de 25km (por volta de 6km em algumas partes do assoalho oce√Ęnico e de 70km nas regi√Ķes de cadeias montanhosas). O manto, com 2.870km de espessura, √© formado por magma pastoso e denso, em estado de fus√£o, e pode ser comparado √† clara do ovo. Por fim, o n√ļcleo, compar√°vel √† gema, √© a parte mais densa do planeta, formado predominantemente por n√≠quel e ferro (NIFE), e √© subdividido em n√ļcleo externo em estado de fus√£o e n√ļcleo interno em estado s√≥lido devido √† grande press√£o (veja figura que segue).

Comportamento f√≠sico da Terra. Quanto √† composi√ß√£o qu√≠mica, o manto √© dividido em litosfera, astenosfera e mesosfera e o n√ļcleo em externo e interno. Fonte: Revista Veja.

Vulc√Ķes

Situe os vulc√Ķes no mundo pelo Google Earth clicando aqui.

Existem dois tipos b√°sicos de vulc√£o: o explosivo e o n√£o explosivo. 0 primeiro aparece nos pontos de encontro das placas tect√īnicas, os grandes blocos que formam a litosfera – Seu melhor exemplo est√° nos vulc√Ķes que desenham o Cintur√£o de Fogo, em torno do oceano Pac√≠fico (veja v√≠deo que segue do vulc√£o Chait√©n, no chile). Esse tipo se caracteriza tamb√©m pela lava quase s√≥lida, al√©m de expelir poeira e uma mistura de gases e vapor d’√°gua. A lava desses vulc√Ķes vem das profundezas da Terra, onde a temperatura elevada derrete a rocha da crosta oce√Ęnica e faz com que ela se misture √† √°gua do mar. √Č justamente a presen√ßa de √°gua que confere o car√°ter explosivo a esse tipo de vulc√£o. Isso ocorre porque, conforme a lava sobe, o vapor d’√°gua √© liberado da rocha e esbarra numa tampa formada pelo material endurecido da explos√£o anterior, aumentando a press√£o at√© explodir de vez (veja figura que segue).

Clique na imagem para uma melhor visualização. Fonte: Guia do Estudante 2010, p. 39.

j√° os vulc√Ķes n√£o explosivos, como os do Hava√≠, ficam bem no meio de uma placa tect√īnica, longe do choque entre elas. Esse tipo surge quando ocorre alguma fissura na crosta terrestre por onde a lava pode escorrer. Essa lava √© mais l√≠quida e incandescente. H√° ainda outro tipo de vulc√£o n√£o explosivo, que pode aparecer no fundo do mar, a grandes profundidades.¬†As cinzas lan√ßadas pela erup√ß√£o de vulc√£o explosivo na Isl√Ęndia provocaram fechamento de aeroportos na Europa na manh√£ da quinta-feira de 15 de abril de 2010. A situa√ß√£o provocou caos a√©reo na Gr√£-Bretanha que refletiu em outras partes do mundo. Os tr√™s aeroportos de Londres, na Inglaterra, anunciaram suspens√£o de v√īos a partir das 8h de Bras√≠lia.

V√≠deo do programa Fant√°stico sobre vulc√£o da Isl√Ęndia, situado na Dorsal Mesoatl√Ęntica, limite divergente de placa tect√īnica que explica a separa√ß√£o dos continentes ou deriva continental.

O Servi√ßo de Controle de Tr√°fego A√©reo imp√īs restri√ß√Ķes √†s opera√ß√Ķes, porque as cinzas al√©m de reduzir drasticamente a visibilidade dos pilotos dos avi√Ķes poderiam danificar e at√© parar os motores das aeronaves, causando acidentes (veja figura que segue).

Clique na imagem para uma melhor visualização.

Coisa similar ao que foi explicado no parágrafo anterior aconteceu no Chile em junho de 2011. A nuvem de fumaça do vulcão Puyehue fechou aeroportos do Chile, Uruguai, Argentina, Paraguai e até da região Sul do Brasil (veja figura que segue).

Reportagem sobre outro vulcão no Chile, o Chaitén, que ao entrar em erupção também afetou o Uruguai e a Argentina.

 

Fonte: Infogr√°fico do vulc√£o Puyehue, Chile (erup√ß√£o em jun 2011). Fonte: Revista Isto√© n¬ļ2170, 15 jun 2011, p. 110.

O Brasil n√£o possui nenhum vulc√£o hoje. Mas isso n√£o quer dizer que nunca tivemos nossas montanhas de fogo. Nosso vulc√£o mais antigo j√° descoberto soltava lava na Amaz√īnia h√° 1,9 bilh√£o de anos (era Pr√©-Cambriana); essa descoberta deu ao Brasil o t√≠tulo de ter o vulc√£o mais antigo do planeta. Bem depois disso, cerca de 150 milh√Ķes de anos atr√°s, na era Mesozoica, havia na Am√©rica do Sul uma grande fissura que ia do estado de Mato Grosso at√© a Argentina-na regi√£o em que atualmente corre o rio Paran√°. Dessa enorme rachadura, escorreu uma quantidade de lava que se acumulou da cidade de Santos (SP) at√© a cordilheira dos Andes, na maior atividade vulc√Ęnica do planeta na √©poca. Outro exemplo curioso √© o da cidade de Po√ßos de Caldas (MG), que est√° situada na cratera de um vulc√£o extinto.

pocosdecaldas

Demarcação do vulcão extinto em que a cidade de Poços de Caldas/MG está inserida.

Por fim, √© sempre bom lembrar: apesar do car√°ter dram√°tico de muitas erup√ß√Ķes, a atividade vulc√Ęnica est√° longe de ser um mal com o qual a humanidade precisa aprender a conviver. Ao contr√°rio, o vulcanismo est√° entre os agentes internos do globo terrestre que ajudaram – e ainda ajudam – a dar forma ao relevo da Terra.

Grandes erup√ß√Ķes vulc√Ęnicas j√° tiveram efeito refrigerador no clima da Terra. O resfriamento vulc√Ęnico pode causar uma quebra tempor√°ria nos efeitos das emiss√Ķes de gases estufa antropog√™nicas, apontadas como respons√°veis pelas mudan√ßas clim√°ticas. O resfriamento se explica por uma f√≥rmula simples: o vulc√£o libera grande quantidade de cinzas vulc√Ęnicas e di√≥xido de enxofre, que s√£o transportados para a estratosfera, camada da atmosfera acima da troposfera, a mais pr√≥xima da superf√≠cie. L√°, fen√īmenos f√≠sico-qu√≠micos criam uma fina camada de part√≠culas esbranqui√ßadas que, durante meses ou anos, circundam a Terra e refletem parte dos raios solares, impedindo que a radia√ß√£o atinja o solo.

Clique na imagem para uma melhor visualização.

Texto e figuras adaptadas do Portal G1, Folha Online, Guia do Estudante Geografia, 2010, p. 38, 39 e Revista Veja, Apesar do “lugar comum”, edi√ß√£o 2161.

152 thoughts on “Estrutura da Terra e vulc√Ķes

  1. Eu li que o vulcanismo tem erup√ß√£o mais forte quando as placas tect√īnicas possuem converg√™nica. Mas no caso da Isl√Ęndia as placas s√£o divergentes. Como que esta √°rea apresenta vulc√Ķes que est√£o em constante erup√ß√£o se as placas s√£o divergentes?

    • Ol√° Luiza,
      A atividade vulc√Ęnica acontece no limite de placas (sejam eles divergentes, convergentes ou transformantes/tangenciais) e a viol√™ncia da erup√ß√£o vulc√Ęnica est√° ligada diretamente √† quantidade de vapor e gases sob elevadas press√Ķes e n√£o necessariamente √† tipifica√ß√£o dos limites.

  2. Tudo que se diz da natureza eu adoro e os vulc√Ķes simplesmente magnif√≠co; reportagem excelente, os especialistas em vulc√Ķes tamb√©m. N√£o sou estudante, apenas admiradora da natureza. Aos professores e alunos bons estudos pra todos voces ok

  3. Oi, boa noite. A erup√ß√£o de vulc√Ķes pode causar um resfriamento na terra devido a reten√ß√£o de gases? Quais seriam as consequ√™ncias geogr√°ficas para erup√ß√Ķes como a que occorreu sob as geleiras da Isl√Ęndia?

    • Ol√° Ana,
      Segundo especialistas, a erup√ß√£o do vulc√£o na Isl√Ęndia n√£o √© suficiente para emitir di√≥xido de enxofre em uma quantidade que retenha gases e cause um resfriamento na terra.
      Quanto √†s consequ√™ncias geogr√°ficas, existem v√°rias. Desde a quantidade de gases emitidos na regi√£o e que afeta popula√ß√Ķes no entorno regional do vulc√£o at√© a inerrup√ß√£o dos voos nos aeroportos da Europa significando um preju√≠zo de milh√Ķes de d√≥lares para as companhias e atividades diretamente (e indiretamente) ligadas a esse tipo de transporte.
      Espero ter sanado sua d√ļvida.
      Volte sempre!

  4. ol√°!eu tenho um trabalho de escola para fazer e gostaria de saber, ¬ī¬īporque determinadas erup√ß√Ķes vulc√Ęnicas podem causar um resfriamento na atmosfera terrestre?

  5. eu devo estudar na mesma escola do kaique
    minha professora deise perguntou sobre resfriamento da atmosfera terrestre
    muito obrigado por esclarecer minhas duvidas
    adorei conhecer um pouco mais os vulcoes

    • Luciana,
      A medida que a profundidade aumenta, a press√£o e temperatura crescem fazendo com que o l√≠quido desde o n√ļcleo externo da Terra aja como se fosse um d√≠namo em uma imensa caldeira de ferro.
      Espero ter sanado sua d√ļvida!

  6. Ol√°, tenho um trabalho de escola para fazer e gostaria de saber como vivem as pessoas que moram ao redor dos vulcoes. Obrigada…

    • Ol√° Amanda,
      Segundo a bi√≥loga Mariana Aprile (P√°gina 3 Pedagogia & Comunica√ß√£o), pessoas que moram perto de vulc√Ķes est√£o acostumadas a leves tremores de terra e s√≥ se assustam mesmo quando o vulc√£o come√ßa a soltar fuma√ßa (gases) e lava. Chuvas de cinzas s√£o comum nesses lugares. O solo de lugares pr√≥ximos a vulc√Ķes costuma ser f√©rtil por causa das cinzas vulc√Ęnicas, e √© aproveitado na agricultura. Em lugares como Kafla, na Isl√Ęndia, a popula√ß√£o aproveita os gases expelidos por fendas na crosta (pr√≥ximas ao vulc√£o) para aquecer casas e para a produ√ß√£o de alimentos em estufas.
      Claro que quando acontece uma erup√ß√£o como recentemente na Isl√Ęndia, Guatemala e Equador, a defesa civil √© obrigada a retirar a popula√ß√£o por causa do risco das cinzas, lava e material pirocl√°stico.
      Espero ter ajudado. Até a volta em nosso site!

  7. BOM DIA PROFESSOR, ANTES DE MAIS NADA GOSTARIA DE EVIDENCIAR A IMPORT√āNCIA DESTE ESPA√áO E SUA DISPOSI√á√ÉO EM NOS AUXILIAR! SOU PROFESSORA DO ENSINO FUNDAMENTAL E UMA ALUNA FEZ A SEGUINTE PERGUNTA: PROFESSORA ONDE FICA A LAVA DO VULC√ÉO? NO MANTO, NA CROSTA OU NO N√öCLEO?
    FIZ ALGUMAS PESQUISAS, POR√ČM, N√ÉO ENCONTREI RESPOSTAS. FICAREI GRATA SE PUDERES ME AJUDAR!

    • Ol√° Profa. Karina,
      Desde j√° agrade√ßo a defer√™ncia e quanto √† sua pergunta, responderei de forma completa e did√°tica para n√£o haver d√ļvidas.
      A estrutura interna da terra é dividida conforme a composição química dos materiais e seu comportamento físico.
      Quanto √† composi√ß√£o qu√≠mica temos tr√™s camadas (crosta, manto e n√ļcleo) e quanto ao comportamento f√≠sico temos a divis√£o em litosfera, astenosfera, n√ļcleo externo e n√ļcleo interno (veja figura que segue).
      Respondendo diretamente a pergunta da aluna, a lava do vulcão fica no manto (no Ensino Médio ela aprenderá a divisão química e saberá que a parte do manto com a lava do vulcão é a astenosfera).


      Fonte: MORAES, Paulo Roberto. Geografia geral e do Brasil. S√£o Paulo: Harbra, 2003, p. 43.

    • Como voc√™ leu no texto, a atividade vulc√Ęnica se d√° devido √†s press√Ķes interiores do magma e √© muito dif√≠cil medir se um vulc√£o est√° extinto (em estado de dorm√™ncia) ou n√£o. At√© entre os pr√≥prios vulcanologistas n√£o h√° consenso quanto a um vulc√£o ser considerado ativo ou n√£o. Portanto Jo√£o, a ci√™ncia ainda n√£o consegue prever se um vulc√£o pode entrar em atividade ou continuar dormente, pois a vida ativa de um vulc√£o pode durar meses ou at√© milh√Ķes de anos.
      Os estudos para prever quando um vulc√£o “acorda” se voltam para os microsismos (tremores de baixa intensidade). √Č atrav√©s dessa sismicidade que pode-se prever que a entrada em erup√ß√£o se aproxima no tempo.
      Espero ter sanado sua d√ļvida!

  8. Por que ocorrem eventos tect√īnicos(terremotos e vulcanismo) t√£o intensos na por√ß√£o oeste da am√©rica desenvolvida? Obrigada…

    • Ol√° Andr√©ia,
      A porção oeste da América que você se refere é a costa norteamericana de limites convergentes entre as placas do Pacífico e Norte Americana e que faz parte de uma região chamada Círculo do Fogo, no Pacífico.
      Para uma melhor visualiza√ß√£o observe no mapa do link que segue e repare os pontos em vermelho (note que na costa oeste americana e leste asi√°tica √© onde acontece mais de 80% da atividade s√≠smica e vulc√Ęnica do mundo).
      http://domingos.home.sapo.pt/map_tect_plac_vulcoes_mund_3.gif

      Espero ter sanado a sua d√ļvida! Eu √© que agrade√ßo a visita!

    • Pensa na Terra que tem um raio estimado em 6.371km e imagine que a press√£o e a temperatura crescem √† medida que a profundidade aumenta. Isso associado √† √°reas de jun√ß√£o das placas explica tais explos√Ķes.
      O caso do vulc√£o Santa Helena no oeste dos EUA em 1980, surpreendeu at√© os vulcan√≥logos por causa da viol√™ncia de 400 milh√Ķes de toneladas de cinzas expelidas a 19km de altura.

    • A atividade magm√°tica s√≥ pode acontecer no encontro das placas (as figuras junto ao texto mostram isso). A lava expelida pelos vulc√Ķes que partem do interior da Terra, na superf√≠cie se solidificam e viram rochas √≠gneas ou magm√°ticas.

  9. Muito bm esse sitee … bm gostaria de saber quais sao os riscos relacionados √† Geologia ocorrem somente em virtude de catastrofes que resultam d atividades vulcanicas e terremotos ? E quais sao os riscos que podem ocorrer nas cidades em razao de fatores geologicos?de exemplos de cidades que tenham areas de risco.
    vlw ;*

    • Obrigado Amanda.
      Os riscos, se voc√™ escreveu relativo aos humanos, a resposta √© sim, tectonicamente a atividade vulc√Ęnica, os terremotos e os tsunamis (maremotos) podem causar grandes estragos e at√© cat√°strofes.
      Os riscos das cidades, pe√ßo-lhe que observe a resposta dada para sua hom√īnima Amanda em 4 de junho de 2010, √†s 14:18.
      Até mais,

    • Nelci,
      As montanhas s√£o resultantes de dobramentos (modernos e antigos) por for√ßa orogen√©tica. A espessura da crosta continental nas regi√Ķes montanhosas est√° diretamente ligada a esse movimento orogen√©tico (uma placa mais densa sob uma menos densa causando o dobramento – a placa mais densa √© empurrada para a zona de subduc√ß√£o). Por isso h√° uma maior espessura nas zonas que sofreram dobramentos, isto √©, nas √°reas montanhosas.
      Os movimentos explicados estão mostrados no arquivo em flash no início desse post.
      Espero ter sanado a sua d√ļvida.

    • Observa na figura do post que mostra o vulc√£o sua estrutura que se divide em:
      1 – Cratera ou chamin√© (corresponde ao n¬ļ 4 da figura)
      2 – C√Ęmara magm√°tica (onde se encontra o magma – corresponde ao n¬ļ 3)
      3 – Edif√≠cio vulc√Ęnico ou cone (corresponde √† montanha que forma o vulc√£o)

  10. Oii. Se os continentes e os oceanos se formaram a partir da movimentação
    das placas é porque elas se movem. Mais movem-se sobre o que ?

    • O termo “Big One” √© o que os especialistas chamam de ‘o grande terremoto’ que acontecer√° na Calif√≥rnia, na falha de San Andreas (n√£o se sabe quando). Foi dado esse nome devido a sua capacidade descomunal de destrui√ß√£o.

  11. Ei professor!
    Parabens novamente, pelos textos.

    Estou com uma d√ļvida , mas nao est√° relacionada a esse texto,mas se puder responder ou indicar um apoio sobre o assunto, ficarei grata:
    -Li um artigo que falava que zonas de alta pressão são causadas pela presença de ar frio, o qual provoca um tempo quente.Porém, os pólos são de alta pressão , e não tem nada de quente lá.E ainda falava que em zonas de baixa pressão ,causada pela presença do ar quente, que irá ,a medida que for subindo,se tornando mais frio e seu vapor de agua transformando-se em nuvens (chuva, neve ou tempestade).Bom, é isso aí.

    Abraços!!

    • Obrigado mais uma vez Jessica.
      O que você leu é verdade, pois o ar frio (alta pressão) é mais pesado e ao descer para perto da superfície encontra o ar quente (baixa pressão), achatando-o e causando aquela sensação de tempo abafado (como se o ar quente Рque é mais leve Рquisesse subir e o ar frio que desce não permite).
      O ar quente quando se eleva vai resfriando e ao mesmo tempo acumulando vapor d¬ī√°gua formando nuvens.
      Espero ter ajudado mais uma vez.

  12. Ol√° Professor!
    Primeiramente quero te parabenizar pelo site.
    O tsunami que ocorreu no Jap√£o a poucos dias, tem alguma influ√™ncia com sua posi√ß√£o? O mundo poderia “viver” sem as placas tect√īnicas, ou seja se n√£o tivesse placas tect√īnicas seria o mesmo…sendo assim o que seria da astenosfera descoberta a pouco tempo? Desde j√° agrade√ßo

    • Ol√° Eduardo,
      Sim sobre o Jap√£o, pois est√° situado sobre as bordas das placas tect√īnicas (Filipinas, Euroasi√°tica e Pac√≠fica) em uma regi√£o que se chama c√≠rculo do fogo, onde acontecem mais de 80% da atividade s√≠smica e vulc√Ęnica do globo.

      Quanto √† outra pergunta, n√£o consigo ver a Terra sem as placas tect√īnicas j√° que h√° 4,5 bilh√Ķes de anos as rochas se formaram pela solidifica√ß√£o do magma e o interior que n√£o se solidificou (astenosfera) passou a exercer press√£o sobre as rochas, rachando-as (formando os limites das placas)
      Imaginando hipot√©ticamente, se n√£o existissem as placas tect√īnicas, n√£o existiriam os tremores, mas tamb√©m n√£o existiria astenosfera (um bloco rochoso n√£o suportaria a press√£o do interior da terra – a possibilidade que voc√™ ventila, s√≥ consigo imaginar uma Terra completamente s√≥lida).

      Obrigado pelo coment√°rio e espero ter ajudado!

  13. ol√°,meu filho esta fazendo um projeto para feira de ci√™ncias sobre vulc√Ķes gostaria de ajud√°-lo, levando at√© seu stand da feira algo bastante importante a respeito dos vulc√īes que a maioria das pessoas desconhe√ßa, caso possa me ajudar ficaria bastante feliz porque assim colaboramos para os futuros pesquisadores. principalmente porque toda ajuda que essas crin√ßas recebem s√£o dos pais e professores, um video de pesquisa e divulga√ß√£o das suas descobertas seria de muita ajuda. Desde j√° muito obrigada pela sua aten√ß√£o e ajuda.

    • Ol√° Emanuela,

      Sobre esse assunto – o vulcanismo – tenho muita coisa escrita e mostrada em videos aqui, pois todo o material que pesquiso e ministro aulas publico para estudo. Indico-lhe links aqui no blog que voc√™ ainda n√£o visitou. Caso tenha alguma d√ļvida pode perguntar por aqui que respondo-lhe.
      Apenas ressalto que: por seu filho ser do Ensino Fundamental e a profundidade te√≥rica aqui ser para Ensino M√©dio e Gradua√ß√£o, o aconselh√°vel √© conversar com o professor de ci√™ncias dele para checar at√© onde as informa√ß√Ķes te√≥ricas mais aprofundadas ser√£o pertinentes.

      Sobre o assunto, além do post que leu, alguns videos da BBC podem ajudar clicando aqui
      Clicando aqui (pen√ļltimo t√≥pico) ver√° explica√ß√£o sobre a atividade vulc√Ęnica no Brasil (importante, pois os livros did√°ticos citam mas n√£o explicam o vulcanismo no Brasil).

      Espero ter ajudado e que na feira de ciências seu filho tenha sucesso! Eu é que agradeço a visita!

  14. Ol√° Marcos!!
    Sou aluno da Cris e gostaria de saber o porquê de um vulcão ficar inativo.
    Parabéns pelo site!! (:

    • Ol√° Lu√≠s e obrigado pelas palavras!
      Um vulc√£o se torna inativo quando n√£o est√° mais nas bordas da placa tect√īnica. Exemplo disso s√£o os vulc√īes que existiam no Brasil – depois da separa√ß√£o da √Āfrica da Am√©rica do Sul (deriva continental), os vulc√Ķes se tornaram extintos porque o limite foi transferido para o centro do oceano.
      Quanto a vulc√Ķes que est√£o em bordas de placas e n√£o est√£o em atividade h√° anos, os vulcan√≥logos n√£o chegam a um consenso quanto ao conceito de vulc√£o ativo. O de Yelowstone nos EUA √© um exemplo, pois a √ļltima atividade foi h√° 2 milh√Ķes de anos atr√°s e desde esse tempo s√≥ entrou em atividade 2 vezes (a √ļltima h√° 70 mil anos).

  15. Sou professora e estou fazendo um projeto sobre os vulc√Ķes com meus alunos, uma das curiosidades deles √© saber se existe lava dentro de um vulc√£o enquanto ele n√£o est√° ativo?

    • Ol√° colega La√≠sla!
      Abaixo da crosta – que tem espessura entre 5 e 70km – est√° a astenosfera que √© composta por lava. a atividade vulc√Ęnica se forma na jun√ß√£o de placas e onde as rochas est√£o mais fracas e suscet√≠veis a press√£o do magma.
      Portanto, a resposta √© sim, existe lava dentro de um vulc√£o que ainda n√£o entrou em erup√ß√£o – mesmo nos vulc√Ķes extintos existe a lava abaixo da crosta, mas os vulcan√≥logos afirmam que a press√£o √© que n√£o √© mais suficiente para uma erup√ß√£o.
      Para enriquecer o projeto veja infográfico do vulcão do Chile que entrou em erupção esse mês: http://twitpic.com/5apz7y

      • Obrigado professor, sua resposta foi muito √ļtil para nosso projeto. Estive pesquisando sobre quantos vulc√Ķes ativos existem no mundo, mas as pesquisas trazem n√ļmeros diferentes, ent√£o gostaria de saber se √© certo afirmar que hoje existem no mundo1500 vulc√Ķes ativos, sendo que 550 est√£o em terra e o restante no oceano?
        Parabéns pelo site, é maravilhoso. Obrigado pela atenção e dedicação.

        • Fico lisongeado por coment√°rio elogioso de uma colega de profiss√£o e tamb√©m agrade√ßo muito La√≠sla, pela visita, palavras sobre o blog e participa√ß√£o nos coment√°rios.
          Pesquisei sua resposta e me baseei pelo Volcano Discovery (empresa com sede na Europa que presta servi√ßos sobre vulc√Ķes a CNN, National Geographic, Discovery Channel e the BBC) e Museu Smithsonian em Washington D.C. nos EUA (links relacionados abaixo da mensagem) que dizem o seguinte:
          “Existem provavelmente milh√Ķes de vulc√Ķes que foram ativos durante todo o tempo geol√≥gico da terra. Durante os √ļltimos 10.000 anos, h√° cerca de 1.500 vulc√Ķes conhecidos ativos em terra. H√° um n√ļmero ainda maior de vulc√Ķes submarinos que s√£o desconhecidos. Atualmente, existem cerca de 600 vulc√Ķes que s√£o conhecidos pelas erup√ß√Ķes no nosso tempo hist√≥rico. Por ano, cerca de 50-70 vulc√Ķes entram em atividade (em erup√ß√£o). Em dado momento (ou nesse momento), h√° uma m√©dia de cerca de 20 vulc√Ķes que est√£o em erup√ß√£o.” Traduzido de http://www.volcanodiscovery.com/volcanoes/faq/how_many_volcanoes.html
          Outra fonte pesquisada para certifica√ß√£o de conte√ļdo: http://www.volcano.si.edu/faq/index.cfm?faq=03

          Espero ter contribuído mais uma vez para o projeto e boa sorte com seus alunos!

  16. Nossa, este site deveria ser mais divulgado, √© nota 1.000… Parabens!!!

    Tenho algumas curiosidades:

    1 – nas aberturas entre as placas tectonicas no fundo do mar por exemplo, por que o magma n√£o mistura com a √°gua?

    2 – o magma que j√° foi expelido e solidificado causou o que: aumentou qnt acima e reduziu magma no interior… vai chegar um momento em que a Terra vai murchar? Imagina o ar saindo de uma bola……

    3 – como √© que se estuda o interior da Terra, o n√ļcleo por exemplo, sendo que √© imposs√≠vel chegar l√°? (desculpe, esta √ļltima pergunta pode ser meia ignorante, mas tenho esta curiosidade)

    Muito obrigado!!!!

    Abraço

    • Eu √© que agrade√ßo muito os elogios Samuel!
      Quanto às suas curiosidades, vamos a elas:

      1 РO magma não se mistura com a água do mar, pois é composto por rocha fundida (a sílica predomina) que quando entra em contato com o oceano se solidifica e forma uma rocha ígnea ou magmática;

      2 – N√£o h√° possibilidade da Terra murchar, pois a press√£o interna do magma associada ao ciclo das rochas n√£o permite que as rochas afundem. O magma que foi expelido solidifica formando rochas e o movimento faz com que as rochas em limites convergentes mergulhem novamente e se dissolvam no magma. Por isso que o magma n√£o vai acabar causando um “murchamento” da Terra;

      3 – Com a tecnologia que temos, o homem s√≥ conseguiu chegar a aproximadamente 13 mil metros de profundidade penetrando na rocha. Tudo que sabemos da astenosfera (camada em que se encontra o magma pastoso) se d√° atrav√©s de estudos de vulc√Ķes e tipos de rocha – A composi√ß√£o do n√ļcleo (extremamente s√≥lido e composto por n√≠quel e ferro) √© estimada pelo comportamento da press√£o exercida pelo magma em cima da crosta.

      Espero ter ajudado nas suas d√ļvidas. Abra√ßo!

  17. Ola, visitei hoje e por acaso este site, mais nao poderia deixar de te parabenizar por este trabalho…Eu moro na Europa √† alguns anos, nao sou estudante, mais me interesso muito em saber como vai o mundo e sobre tudo nosso Brasil, por isso procuro sempre sites pra visitar, e este simplesmente me surpreendeu. Eu fico contente de ver os alunos brasileiros se interessando, expondo suas curiosidades e o principal termos profissionais como voc√™ que se dispoe √† responder de uma maneira tao amavel as todas essas questoes. Parab√©ns pelo seu trabalho.

    • Obrigado pelo coment√°rio Cilane. Na verdade gosto sempre de instigar os alunos pela curiosidade da pesquisa. Os coment√°rios servem como combust√≠vel para n√£o me fazer parar de ler, pesquisar, escrever e levar um pouco do que sei para os jovens alunos.
      Voc√™ da√≠ da Europa deve saber que ainda estamos muito aqu√©m da educa√ß√£o (e senso cr√≠tico) que dever√≠amos dar a nossa juventude (principalmente os jovens da escola p√ļblica), mas a tentativa √© sempre v√°lida.
      Até breve em outras páginas por aqui!

    • Boa tarde Paulo,
      Note na primeira figura do post que at√© chegar ao centro da Terra (n√ļcleo interno) h√° mais de 5.000 km de magma pastoso (lava incandescente) que est√° a uma temperatura entre 600 e 1.200¬ļC. O n√ļcleo da Terra n√£o se derrete devido a ser mais denso e de extrema solidez composto por n√≠quel e ferro.

    • Formas de relevo altas √© uma abordagem vaga (altas em rela√ß√£o a que?), pois se comparados com dobramentos modernos (Andes, Himalaia, Atlas) as formas de relevo brasileiras n√£o s√£o altas.
      N√£o temos atividade vulc√Ęnica nem terremotos porque o Brasil est√° situado na parte centro-oriental da placa Sul-Americana, portanto, distante dos limites de placas onde acontecem atividades s√≠smicas e vulc√Ęnicas.

  18. Oi. eu estou fazendo um trabalho de geografia e nenhum site consegue me explicar de forma simples e facil de entender se vc puder me judar. Eu queria saber que quando h√° vazamento de magma nas areas de encontro das placas, quais as consequencias disso?
    desde já agradeço.

    • A cinza do vulc√£o √© formada por part√≠culas de rochas e minerais com cerca de 2 mm de di√Ęmetro, misturadas numa nuvens de vapor d‚Äô√°gua e gases t√≥xicos de diversos tipos como: Di√≥xido de Enxofre (SO2), Enxofre (S), Cobalto (CO) e G√°s Hidrog√™nio (H2).

  19. Aqui onde moro (Crici√ļma – SC) est√° sendo afetado pelas cinzasdo vulc√£o chileno. Tem algum perigo pra sa√ļde, ou as vezes, de haver corros√£o nos port√Ķes e latarias de carros?

    • Roger,
      Conforme o climatologista M√°rcio S√īnego, da Epagri, h√° √°cido sulf√ļrico na compisi√ß√£o da cinza vulc√Ęnica. Mas como a previs√£o √© de pouca chuva e garoa na regi√£o, n√£o haver√° perigo ou mais transtornos. ” Al√©m disso, com a fraca concentra√ß√£o de cinzas na atmosfera aqui n√£o causaria tantos danos na nossa regi√£o. o m√°ximo √© um pouco de irrita√ß√£o no sistema respirat√≥rio. Essa nuvem chegou √† regi√£o em raz√£o do vento Sul/Sudeste. A previs√£o √© de que amanh√£ vire para Leste/Nordeste e empurre essa nuvem de volta para o Sul” Fonte: http://www.engeplus.com.br/0,,37425,Cinzas-do-vulcao-chileno-chegam-ao-Litoral-Sul-do-Estado.html

  20. Olá professor! Eu sei que as placas recobrem o interior da Terra, onde existe o magma, por se encontrar em altissíma temperatura, gostaria de saber se ele pode vazar em áreas de encontro das placas? E o que acontece? Obrigada desde já, ótimo site. Parabéns!

Deixe uma resposta